Casa da Tuka
 

9 de ago de 2005

Vai indo

Em dias de correria extrema como esses que estamos vivendo, pode ser que pensemos que tudo o que deve ser dito já foi. Todos os "euteamos", todos os "não vivo sem você", todos os "estou com saudade"... Palavras são deixadas para segundo plano, pois temos que entregar trabalhos no prazo. Atitudes de carinho são largadas em um canto qualquer, pois achamos que já fizemos declarações de amor suficientes. E o amor vai indo...

Sabe a resposta mais dispensável do mundo quando nos perguntam como estamos? A "vai indo". Quando a dizemos significa que nem tudo vai muito bem e nem muito ruim. Pode ser uma conta que vai vencer que está incomodando. Pode ser uma gripe filha da puta que está tirando a paz. Pode ser muita coisa e pode não ser nada. Mas continuamos indo apesar de todas elas.

No caso do amor, para que ele "ir indo" tem que estar mais ou menos - nem bom, nem ruim, nem muito, nem pouco, nem espetacular, nem entediante - ele vai indo. Apenas isso.

Ir indo é uma merda. O bom é ir ou não ir. Esse negócio de gerundiar é pra tele-marketing não para quem ama. Quem ama quer que as coisas estejam tinindo, brilhando - de vontade, de felicidade, de tesão. Quem ama quer planejar o futuro e se sentir amparado. Quem ama quer a segurança de que momentos atribulados sejam somados em concretizações, não em distanciamento.

Só porque amar é preciso, mas fazer sentir também.

Aproveitando a oportunidade: Ei, San: Eu te amo, não sei viver sem você e sinto saudades a cada minuto. Você é meu porto seguro, meu amparo, meu aconchego. Obrigada por seguir a meu lado e compartilhar sua vida comigo.

OBS nada a ver com nada: Falta pouco para 100 mil visitas nessa birosca! Uia!

Postado por Tuka *

Leia antes de usar
Desde 15 de janeiro de 2002 uma jornalista nonsense escreve desembestada no blog que chama carinhosamente de sua Casa.

Aqui têm besteiras demais, coisas inúteis demais, enfim, tudo o que nem precisava ser dito, muito menos escrito.

Obviamente, qualquer semelhança com a realidade é única e exclusivamente uma opção da autora.

Assim como o direito de escrever
o que bem entender, claro!


Uma campanha Casa da Tuka contra o plágio
Divulgue em seu Blog:




O Avesso dos ponteiros

Livro de cabeceira
Aparentemente é Isso Mesmo
Uma Brasileira
Heart's Place
Blog by Dani
A prateleira
Desiderata
Blônicas
Observados

Casa no Orkut


My Unkymood Punkymood (Unkymoods)



Procure aqui

powered by FreeFind


Ouvidos




website hit counter

tracker

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Get your own free Blogoversary button!
. . .

Design By:
Lin Diniz
Powered By:
Fernando Boniotti