Casa da Tuka
 

9 de mar de 2006

O que é beleza afinal?

Ontem, voltando de uma comilança no Pizza Hut, eu, ela e nossos respectivos maridos, travamos uma acalorada discussão a respeito de beleza. Tudo começou assim:

Ela: Por que será que fulano* só se dá mal em relacionamentos?

Eu: Porque além de feio ele é chato.

Ela: Estranho logo você falar isso já que namorou com sicrano* que é feio que é o capeta.

Eu: Ah! Mas sicrano* é uma pessoa maravilhosa!

(*nomes omitidos por motivos óbvios)

Existem vários tipo de beleza:

- Psicológica – algo como gravidez psicológica, mas adaptado para o assunto em questão. É quando a pessoa não é bonita, todos sabem disso, menos ela. (Eu devo sofrer disso certas horas. Tem dias que me sinto a própria Gisele. Alguém avisa?).

- Modesta – a pessoa realmente é bonita, sabe disso como todos, mas pouco se importa. Vive por aí feliz, e, quando percebe olhares de admiração acha que as pessoas a consideram simpática.

- Esnobe – Também conhecido como pessoa “Bonitinha, mas ordinária”. Bonita sim, mas a pessoa é tão metida que só fala sobre isso e esquece que existe muito mais no mundo do que uma carinha “fotografável”.

Brincadeiras à parte: o tal sicrano* que motivou este post, não possuía nenhum desses tipos de beleza. Ele realmente pode ser considerado feio - bastante até. Mas acontece que pra mim ele era lindo por tudo o que significava. Se ainda fosse bonito seria melhor, óbvio. Também não sou boba nem louca. Mas já que não era, o fato de ser alguém cheio de qualidades era o suficiente.

Quando nos interessamos por alguém à primeira vista, o que chama atenção é um belo par de olhos, a boca carnuda ou o corpo escultural. Em um segundo momento, pelo menos para a maioria das pessoas sensatas, isso vira algo como um “acessório”: de nada adianta a beleza se não existirem afinidades.

Agora falando por mim: Eu jamais teria nada com alguém burro – mesmo que fosse Brad Pitt. Eu jamais teria nada com alguém sem conteúdo – mesmo que fosse Brad Pitt. Eu jamais teria nada com alguém chato – mesmo que fosse Brad Pitt. E eu jamais abdicaria de alguém com todas as qualidades que admiro em um homem apenas por ele ser feio (ou não ser Brad Pitt) – mesmo que eu fosse Angelina Jolie.

Eu não consigo olhar a beleza (externa) como se fosse tudo na vida. Caso contrário o mundo estaria perdido, e espécimes, como a mula do Vitor Fasano, reinariam absolutos. Ou quem é que não se lembra do mico daquela entrevista na Veja? Ele disse que aceitava algumas das idéias sobre eugenia defendida pelos nazistas e que teria um filho com Maitê Proença, porque eles eram bons exemplares de humanos.

É mole?

Só se esqueceu de que alguém que pensa uma coisa dessas e ainda tem coragem de dizer, só pode ser uma pessoa extremamente burra, e se for seguir esta lógica, é melhor que não gere descendentes, pois, mesmo que sejam bonitos, serão tão burros quanto.

E cá entre nós: de gente burra esse mundo está cheio. Não precisamos de mais top models, precisamos de pessoas inteligentes em prol da cura do câncer, da AIDS, de pesquisas significativas das células tronco, da solução para a fome e tantas outras coisas.


Agora é a vez de vocês, votem!


O que é beleza realmente?

Rosto e corpo perfeitos, óbvio!

Beleza? Não ligo pra beleza! Ele (a) é rico!

É um conjunto do que a pessoa parece ser com o que realmente é.

Todo mundo pode ser belo com dinheiro e um bom cirurgião.

Beleza é algo definitivamente interno.

Isso não existe, é tudo photoshop!

Brad Pitt e Angelina Jolie.

É só uma questão de ponto de vista.

Beleza está fora de moda, o legal é ser esquisito!










Marcadores:


Postado por Tuka *
Comments:
Ai é questão de ponto de vista, pq eu geralmente não acho bonitos esses padrões de beleza, mesmo que sejam inteligentes, eu tenho um padrão de beleza um tanto quando esquisisto...

Mas concordo com vc, uma bela caixinha de leite, não vale nada se ele vier coalhado!

A não ser que vc adore coalhada, mas eu detesto!

Beijos!
 
O legal é ser esquisito!
Hahahahaha!
 
Bonito mesmo é detonar o carro novo da amiga!!!! :D hahahahaha
 
Pode votar em mais de uma opção? rsrs
Quanto a ficar on.... depois que me acumularam mais uma função aqui no tronco, não tenho tempo nem pra fazer xixi....
Mas fico on....a cada alinhamento dos planetas.
Isso TEM que mudar!!!!!("pódeixar"....)
 
Olá, que tema pra se discutir hein!
Beleza pra mim é um conjunto, meu marido não é o Brad Pitt - graças à Deus - mas é inteligente, sedutor, amigo, ouvinte, amante e tudo isso o deixa lindos aos meus olhos, e o pior é que nem todas as alunas deles sabem disso, e também o acham lindo, SOCORRO!
Eu me acho mais bonita por dentro do que por fora, sem excesso de falsa modéstia, como toda boa leonina, me cuido, su vaidosa, mas tudo vai do meu humor, tem dia que eu acordo e simplesmente digo pra mim mesma: Você vai arrasar hoje! Em outros nem me olho muito no espelho, pois já sei que vou sair criticando tudo....rs!
Ótimo tema....pra variar...

Meu filho está meio amoado, ver aquela criança ligada no 220V cabisbaixa é pra mim a pior tortura do mundo, mas fazer o quê né? Mãe é isso!

Beijos....
 
Para começar, qualquer coisa que siga um "padrão" determinado pela mídia, já pode ser considerada um tanto duvidosa.
Essa coisa do "seja lindo e pronto" é uma dessas modas irreais, que não acrescentam absolutamente nada na vida das pessoas - a não ser a eterna angústia de se tornar Gisele Bündchen, Marcelo Anthony ou coisa que os valha.
Por conta dessa moda tola, estamos todos assistindo à uma inversão de valores lamentável, que despreza pessoas talentosas e põe num pedestal um traseiro rebolativo.
Pois eu penso como Saint-Exupéry: "O essencial é invisível aos olhos".

Beijos, Tuka. :-)
 
definitivamente interno, tuka! e quer saber mais... se os olhos não denunciam isso, logo de cara, a gente acaba tendo que arcar com as consequências de estar com alguém "feio e burro"... e a culpa é da gente, né? bj
 
Pronto,já votei! Beleza para mim é questão de ponto de vista (se bem que a título de beleza estética um cirurgião quase sempre ajuda...)

Agora, sobre a "teoria" do Fasano, vc já percebeu que existe um estranho mistério genético, onde vez ou outra pais lindos dão vida a bebês medonhos e pais medonhos geram crianças lindas? Vai saber né?

Ps: Já estou bem. Ontem "num tava não", como deu pra perceber... rsrsrsrs...

Beijoooooooooo!!!!!!!
 
Por falar em beleza, lindo o lay da Grazi! Parabéns!
 
Postar um comentário



<< Home

Leia antes de usar
Desde 15 de janeiro de 2002 uma jornalista nonsense escreve desembestada no blog que chama carinhosamente de sua Casa.

Aqui têm besteiras demais, coisas inúteis demais, enfim, tudo o que nem precisava ser dito, muito menos escrito.

Obviamente, qualquer semelhança com a realidade é única e exclusivamente uma opção da autora.

Assim como o direito de escrever
o que bem entender, claro!


Uma campanha Casa da Tuka contra o plágio
Divulgue em seu Blog:




O Avesso dos ponteiros

Livro de cabeceira
Aparentemente é Isso Mesmo
Uma Brasileira
Heart's Place
Blog by Dani
A prateleira
Desiderata
Blônicas
Observados

Casa no Orkut


My Unkymood Punkymood (Unkymoods)



Procure aqui

powered by FreeFind


Ouvidos




website hit counter

tracker

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Get your own free Blogoversary button!
. . .

Design By:
Lin Diniz
Powered By:
Fernando Boniotti