Casa da Tuka
 

5 de fev de 2009

Vaaaaaaaaca gooooooooooorda!

Dirigir em São Paulo é sempre uma grande aventura. Geralmente quem vem de outra cidade ou quem não tem experiência em direção fica apavorado diante da possibilidade de assumir um volante por aqui. Já vi gente ter crise de choro, dor de barriga, suadeira, tremeliques... Eu por exemplo tinha palpitação quando precisava mudar de uma faixa pra outra ou avistava uma ladeira. Hoje em dia tiro toda e qualquer situação de letra, mas demorou para chegar a este ponto.

Só que ontem, quando eu estava vindo para o trabalho no caminho de todo dia, uma mulher me fecha, bate no meu carro e se enfia na minha pista. Ela sequer deu um sinalzinho de desculpas quanto mais menção de parar para ver a merda que tinha feito. Fiquei brava.

Quando o sinal fechou desci e fui lá: “Escuta, moça. Você não viu o que fez não?”. E ela, de dentro do carro com os vidros fechados fazia sinal de que eu estava louca. “Louca? Você me fecha, bate no meu carro e eu que sou louca? Anotei sua placa, ouviu? Você vai pagar esta merda! Sua vaca, gorda!”. Sim leitores, perdi a compostura e a chamei de vaca gorda. Na verdade eu a xinguei com gosto. Eu disse vaaaca gooooooooooooooooorda e não simplesmente vaca-gorda. E espero muitíssimo que ela tenha ficado deprimida, esteja comendo feito louca para compensar a ofensa e que engorde mais uma tonelada em uns 15 dias. Vagabunda dos infernos.

No final das contas o estrago nem foi tanto, mas só por desaforo a farei colocar a mão no bolso. E para compartilhar meu ódziiiuuum com todos vocês, eis a placa da gorda: DKT 7367 São Paulo – é um Fiesta cinza (comprado na Aquitaine). O primeiro que descobrir de quem é o carro ganha uma menção honrosa aqui na Casa.

Postado por Tuka *
Comments:
vc ta falando cada coisa menina, que palavriado é esse! mais já que chamou a mulher de vaca gorda poderia ter mandado a fulana tomar no buraco, ai vc tirava o salto e fazia uns buracos no carro da mocreia,assim ela póderia tomar no buraco ali mesmo!ahahahahahahahahahaahahahahahah
 
huhauhauahuaha

Nossa... eu queroooo!!!! Onde eu acho o carro!?!?!?! xD
 
E ai lindona.
Poxa, é uma pena mas isso sempre acontece. E as vezes acabamos surtando mesmo.

Bjãooo
 
nossa... como vc sumiu... vim aqui saber se está tudo bem em sua casa... parece tudo otimo... kisses
 
sensacional a história da vaca gorda...hehehehe... tem gente que tira a gente do sério né ??calma e siga em frente
 
cara, nem fala, uma vez quase voei pela janela do meu carro para agarrar o colarinho de uma outra vaca gorda la perto da pedroso de morais, mermo estilo, fechou, bateu e saiu andando. Mas eu fechei a infeliz, e quando desci do carro, com a cara MUITO simpática, do alto dos meus 1.79, descobri que ela era uma tampinha, cagona, e tava chorando, devia ter achado que eu ia socar a orelha dela. Era gerente do Bradesco, e no fim pagou tudinho.
Vou ver se ridow sabe algum meio de descobrir de quem é esse carro, depois te falo caso aja.
Inferno astral casas bahia? Já vem na sequencia do aniversário pra pagar em 12x sem juros?
Good luck
Kisses
 
Que stress, galera...
Respirem, inspirem [:D]

Tá... podem me dar um tipo, he he he.
 
Cara, do RJ não vai ser possível te ajudar muito não... Mas vc pode contar se já conseguiu encontrar a vaca gorda? rsrs

Besos, guapa...
 
* tiro
 
Bom Tuka, as consultas pelo sistema do Detran de SP (e de todos os estados da federação) necessitam do número do RENAVAM do veículo, número que você não tem...
Então o que indico é que procure um despachante da sua confiança...eles têm acesso ao sistema do Detran e poderá te fornecer os dados que você precisa para acionar judicialmente a pessoa que bateu no seu carro.
Você deverá acioná-la no juizado especial cível, e não precisará de advogado pelo valor da causa ser pequeno. (Ah, você tem 3 anos para fazer isso, depois não poderá mais)

Adoro seu blog, leio sempre que atualiza!
Um beijo,
 
Postar um comentário



<< Home

Leia antes de usar
Desde 15 de janeiro de 2002 uma jornalista nonsense escreve desembestada no blog que chama carinhosamente de sua Casa.

Aqui têm besteiras demais, coisas inúteis demais, enfim, tudo o que nem precisava ser dito, muito menos escrito.

Obviamente, qualquer semelhança com a realidade é única e exclusivamente uma opção da autora.

Assim como o direito de escrever
o que bem entender, claro!


Uma campanha Casa da Tuka contra o plágio
Divulgue em seu Blog:




O Avesso dos ponteiros

Livro de cabeceira
Aparentemente é Isso Mesmo
Uma Brasileira
Heart's Place
Blog by Dani
A prateleira
Desiderata
Blônicas
Observados

Casa no Orkut


My Unkymood Punkymood (Unkymoods)



Procure aqui

powered by FreeFind


Ouvidos




website hit counter

tracker

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Get your own free Blogoversary button!
. . .

Design By:
Lin Diniz
Powered By:
Fernando Boniotti