Casa da Tuka
 

19 de jan de 2006

Mudanças

Dizem que todas as mudanças externas que acumulamos durante a vida nem de perto são tão grandes quanto as invisíveis, as internas. Mas será que realmente mudamos? Será que somos algo além daquilo que sempre fomos? As mudanças acentuam o que somos ou o que somos é que acentuam as mudanças?

O cabelo comprido, que virou curto, que virou vermelho que virou azul – mesmo assim os mesmos cabelos: os mesmos cachos ainda que alisados ou os mesmos fios lisos ainda que com permanente... O corpo que era magro, engordou, emagreceu novamente e possui vários pneuzinhos, que acumula oito tatuagens de uns anos pra cá, que ostenta uma enorme cicatriz perto do joelho direito – o mesmo corpo, a mesma pele, a mesma carcaça... O rosto limpo que já foi e hoje coleciona sardas e marcas de espinhas – ainda o mesmo rosto, com os mesmos olhos, a mesma boca...

As mudanças, sejam externas ou internas, apenas alteram aquilo que já somos, aquilo que já temos. Nada faz com que nos transformemos em novas pessoas, em seres com outra cultura, com outras lembranças, com outro passado. Nada tira de nós a vivência que tivemos até agora – nem uma perda, nem uma decepção, nem o aprendizado, nem nada.

A mudança acentua o que somos. E não há nada que mude a essência do que somos.

Somos uma continuação de nós mesmos, dia após dia. Ano após ano. Somos nosso próprio próximo capítulo, que tanto pode vir com aparência nova e outros aprendizados, como bater o pé e em vão insistir em permanecer ipsis litteris o de sempre.

Afinal o que somos se não uma mudança constante mesmo que não façamos idéia, mesmo que não queiramos?

***

OBS: Domingo a Casa completou 4 anos de existência e eu, essa desnaturada, nem pra dizer nada. Mas digo agora. Parabéns Casinha, meu divã, meu best seller, minha extensão daquilo que sou e do que não sou.

Marcadores:


Postado por Tuka *
Comments:
Cabelos....já tive franja, mullet, comprido, compridão, curto, raspado e o futuro me reserva a careca....hehehe.

Quanto ao peso.......fui gordinho, gordão, gordaço, imenso, enorme, magro e agora sou um cara gordo (mas só gordo).
 
Já fui meio gamboa, com mechas a lá Chimbinha ( do Calypsooooooo!),
Já fui totalmente loira (de farmácia), já senti (e sinto) os resultados do efeito sanfona. As sardas resolveram, recentemente, habitar este corpinho que não as pertence...
Meio X-men...em constante mutação...

PS: Prometo que assim que os celeulares com câmera chegarem aqui na roça eu tiro uma do infeliz e mando indexada como "rondap"!
 
Já pensou em publicar um livro com seus textos?

E porque não teve coragem de assistir 12 é demais 2?????

Um abraço!
 
Assim como a dona da casa, muda-se o template, adiciona-se uma coisa aqui outra ali, mas o conteúdo é sempre o mesmo. 4 anos ein? Quanta coisa aconteceu neste tempo. Cidades, estado civil, amigos, emprego, mas assim com seus cabelos, seu blog, tenho certeza que sua essência foi a mesma. Ainda bem =)
 
prefiro q vc seja essa metamorfose ambulante. (tô rindo aqui!) e linda é você, ora mais! muitos beijos e num some, não, mulé?!
 
Maravilhoso texto!!!

Somos mutantes e as mudanças exeternas e internas se completam

Eu ja fui careca, lisa, crespa, cabelo verde, azul, rosa, preto, vermelho, loira, hj framboesa

ja fui seca, gorda, normal, bem, hj gorda novamente, um dia quem sabe magra...

Mas tudo faz parte de mim, na essencia nada mudou!

Beijos e parabéns pela casa!
 
Tuka... Linda tua casa nova!!
Tô sem blog, mas tô lendo sempre, viu?! Aliás, sabe que tô quase voltando com os meus 20 e poucos anos...
Bjo!!
 
É, baby, nada vem do nada. A gente não se transforma, se adapta. =)
 
Olá Tuka! Minha querida como vai?
Eu sempre acreditei em mudanças, tardias ou não sempre renovando, eu te entendo pois venho mudando tambem,eu posso sentir!
Se vc muda, vc sente,tudo ao redor sente... E tudo começa a melhorar.
Beijos querida!
 
Eu já fui aquelas garotas de filme que são invisíveis e feias na escola e de repente cortam o cabelo, trocam o estilo de roupa e pluft os caras reparam. Mas no fundo continuo sendo "a mesma". Procuro pensar mais no meu interior e como posso amadurecer e lidar com a pequenês da minha humanidade. Bj Tuka!!!!
 
Parabéns pelos 4 anos de blog, Tuka... e por estes textos deliciosos de se ler!

Por mais que a gente modifique a fachada externa, a essência sempre se manterá a mesma, e nossas características nos acompanharão pela vida afora - algumas mais brandas, outras nem tanto.

Já fui patinho feio, mas hoje sou um marreco mais enfeitadinho - resultado das constantes "reciclagens" que fiz ao longo dos anos, na vã tentativa de me reinventar...

Beijos!!! :-)
 
Tuka, adorei as fotos! Acho que sempre melhoramos com o tempo, pois além do lado exterior, sempre incrementamos o interior também, com experiências e vivências.

Parabéns pelos 4 anos de blog, muitos e muitos posts de vida p/a Casa da Tuka!

bjos!
 
nossa, que bom que a gente muda!!! eu me sinto mto mais bonita hj.. e vc tá uma linda!!! ;p
 
Indicado por uma certa figura, que deleita entre meus comentários palavras perdidas em pensamentos inconstantes, vim parar aqui devido ao seu aniversário, que acontece junto com o meu. Então deixo os parabéns nessa casa, que visitarei a partir de agora. Parabéns, felicidade e muito bla bla bla..
 
Ah,o importante é ser honesto consigo mesmo. Tanta coisa muda... até idéias mudam (ainda bem)... mas a honestidade para si mesmo, essa tem que ser presente e imutável!

Bjuz e feliz 4 anos. (:
 
Postar um comentário



<< Home

Leia antes de usar
Desde 15 de janeiro de 2002 uma jornalista nonsense escreve desembestada no blog que chama carinhosamente de sua Casa.

Aqui têm besteiras demais, coisas inúteis demais, enfim, tudo o que nem precisava ser dito, muito menos escrito.

Obviamente, qualquer semelhança com a realidade é única e exclusivamente uma opção da autora.

Assim como o direito de escrever
o que bem entender, claro!


Uma campanha Casa da Tuka contra o plágio
Divulgue em seu Blog:




O Avesso dos ponteiros

Livro de cabeceira
Aparentemente é Isso Mesmo
Uma Brasileira
Heart's Place
Blog by Dani
A prateleira
Desiderata
Blônicas
Observados

Casa no Orkut


My Unkymood Punkymood (Unkymoods)



Procure aqui

powered by FreeFind


Ouvidos




website hit counter

tracker

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Get your own free Blogoversary button!
. . .

Design By:
Lin Diniz
Powered By:
Fernando Boniotti